“Andar com fé eu vou…”

Jul 25th, 2017 | By | Category: Artigos

000000fe“Andá com fé eu vou. Que a fé não costuma faiá”, diz o refrão da música do cantor Gilberto Gil. Narra a carta aos Hebreus que a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem. Cremos que fé é a certeza da aquisição daquilo que se tem como finalidade.

Sem a fé racional, nas situações de crise, seja de ordem econômica ou agravamento da insegurança pública, as relações sociais, pessoais e familiares se deterioram. Diante das incertezas, é comum que o medo domine as mentes de uns ou de outros. Pensar que não se conseguirá enfrentar uma doença, lidar com os erros, a perda do emprego ou dos bens materiais amplia o temor de muitos. Surge o pânico nalguns ante a chegada da velhice, da solidão, da perda de um amor e assim por diante. Caminha o tímido sob as ansiedade e desconfortos psicológicos.

Os irrequietos, os estressados visitam, cinco vezes mais, médicos que uma pessoa normal. O sintoma crônico da ausência de fé e do medo estão gerando enigmas físicos e emocionais, tais como infarto do miocárdio, úlcera e insônia. Para nós, estudiosos do Espiritismo, sabemos que a solução para o enfrentamento dos embates da vida e do medo é o exercício da fé coerente, apontando-nos o rumo do equilíbrio emocional. É igualmente a certeza da reencarnação e a convicção da imortalidade que nos reforça o alimento da fé diante dos desafios do viver.

Fundamentalmente, a fé deve apoiar-se na razão sempre. Até porque a fé não é um dom fornecido por Deus para alguém em especial, nem deve ser imposta de fora para dentro. A fé é o produto da conquista pessoal na busca da compreensão do caminho correto, das verdades que permeiam a essência das próprias vidas, por meio do conhecimento, da experiência, das reflexões pessoais e pelo esforço que se faz para o auto amor e por entender que o amor é a causa da vida, e a vida é o efeito desse amor.

Na mensagem de Jesus, aprendemos a lição da fé (transportadora de montanhas) da coragem, do otimismo, do bom senso capazes de renovar nossas tendências, impedindo que o medo, a depressão e a angústia se apossem de nosso cotidiano. Até porque “a fé não costuma faiá”.

Jorge Hessen

jorgehessen@gmail.com

2 Comments to ““Andar com fé eu vou…””

  1. GERALDO MAGELA MIRANDA diz:

    Verdade, Jorge. A fé é o fundamento da esperança, e creio que muitos de nós têm balançado ante os acontecimentos absurdos que temos vivido em nossa sociedade recentemente.

    Haja fé!…
    Geraldo Magela Miranda

  2. Irmãos W diz:

    Olà

    Caros amigos…

    Vivemos num mundo materialista… Aonde as nossas esperanças se reduzem… Apenas nesta vida… E que nada podemos esperar… Numa cultura hedonista…
    O hedonismo (do grego hedonê, “prazer”, “vontade”) é uma teoria ou doutrina filosófico-moral que afirma ser o prazer o supremo bem da vida humana….

    Aprendemos dentro da Doutrina Espírita… Que somos espíritos imortais… Que na vida atual e apenas uma página… De um livro… Das diversas reencarnações que tivemos e que ainda teremos… Sendo assim…

    Se passamos por qualquer dificuldade… Devemos pensar… Nas mensagens imortais de Cristo…

    Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim.
    Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar. João 14:1,2

    Fiquem com Deus

    Wanderlei

Deixe um comentário