O IMPACTO DA PORNOGRAFIA NA DEGRADAÇÃO DOS VALORES MORAIS

Jul 2nd, 2013 | By | Category: Artigos

pornografia

O léxico define a pornografia como ação ou representação que ataca ou fere o pudor, a moral ou os bons costumes. A sexualidade explícita e sugestiva tem uma longa história, é uma manifestação de “arte” ancestral. Há registros de imagem da nudez e da sexualidade humana na era paleolítica. (1) Arqueólogos alemães encontraram, em abril de 2005, um desenho de cerca de 7200 anos de um homem sobre uma mulher, sugerindo fortemente um ato sexual. A figura masculina foi batizada de Adônis Von Zschernitz, todavia, entendemos que a imagem descoberta tinha um significado, digamos, mais “místico”.
Presentemente não há nada de espiritual na efígie pornográfica. O abuso de conteúdo erótico de fácil e rápido acesso na web e outros meios de comunicação permite que as pessoas sejam expostas regularmente à excitação da sexualidade e tem instituído na mente incauta uma visão distorcida da carga genésica. Quem duvida que a pornografia é a exaltação da prostituição? Infelizmente, há aqueles que sob o guante do delírio abonam a pornografia como sendo “boa para a sociedade”. (2) (!?…)
Em verdade, o uso abusivo da erótica, de coisas consideradas obscenas, geralmente de caráter sexual (livro, revista, filme, novas mídias etc.) com intenção de provocar excitação sexual, também tem sido cada vez mais entronizado na arte cinematográfica. Atualmente a pornografia é uma indústria poderosa, que degrada e desumaniza homens e mulheres e movimenta quantias vultosas de dinheiro. “Estudiosos da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, acreditam que o uso excessivo de pornografia online está criando uma geração de “homens desajustados”. O psicólogo Philip Zimbardo acredita que as pessoas estão criando “vícios de excitação”, deixando-as incapazes de conviver sadiamente no mundo real e desenvolver relacionamentos benfazejos, segundo reportagem do jornal Daily Mail(3).”
Pesquisas recentes indicam que um número expressivo de crianças e adolescentes são bombardeados com cenas erotizantes desde tenra idade e têm acesso às obscenidades frequentemente por meio das novas tecnologias. Sim! a Internet potencializou a indústria pornográfica, que fatura hoje pelo menos vinte vezes mais do que nas décadas de 1980 e de 1990.
Na web são aproximadamente 30 mil usuários por segundo acessando conteúdos eróticos; são mais de 1 bilhão (isso mesmo! 1 bilhão) de downloads de material pornográfico a cada mês. Há estudos demonstrando que em menos de quatro anos mais lares foram destruídos pela pornografia do que o comparativo dos últimos 50 anos. Isso acontece sem distinção de nacionalidade, cor, etnia ou credo religioso. A Pedofilia, por exemplo, considerada a mais grave infração permeada pela web, tem fortalecido um transtorno inigualável aos jovens e crianças. Alguns inescrupulosos negociantes da indústria do sexo usam métodos parecidos com o tráfico de drogas. Primeiro oferecem gratuitamente os conteúdos. Posteriormente começam a cobrar. Aliás, é desse jeito que o império das ilusões e da criminalidade tem florescido.
Tal como das drogas, o mercado pornográfico é um dos mais lucrativos mercados da história. Larry Flynt, empresário e dono do império Hustler, retratado por Milos Forman e Oliver Stone no filme “O povo contra Larry Flynt”, Bob Guccione, da revista Penthouse e Hugh Hefner, dono do Império Playboy, compõem alguns desses milionários da exploração da fantasia sexual. Obviamente, uma fatia gigantesca desse mercado é dominada pelo crime organizado.
Como se não bastasse toda essa degradação dos valores morais, atualmente nas telenovelas, igualmente a habilidade artística e o enredo abarcando os personagens, deram lugar à exposição de corpos desnudos e relacionamentos impregnados de volúpia erótica, que dão a conotação de cenas de sexo explícito; até mesmo nos programas vespertinos, dedicados a um público entre infantil e adolescente as cenas são altamente apelativas.
A pornografia sugerida na mente é como o combustível junto à fogueira do desejo sexual primitivo, resultando em pensamentos e apelos instintivos desequilibrados. Tem um efeito crescente – qual uma droga, o viciado precisa de mais e mais para atender o indômito desejo. Sim, doentes e viciados, pois o mecanismo psíquico da pornografia é o mesmo do alcoolismo. Clínicas psiquiátricas e psicológicas, de atendimento a esses problemas (compulsão sexual), já estão sendo espalhadas pelo planeta. E terapeutas familiares têm travado um combate intenso nos lares.
Assim como um usuário de drogas é levado a consumir quantidades maiores e mais poderosas de entorpecentes, a pornografia arrasta o ser humano, levando-o a pesados vícios sexuais e desejos animalizados. Como se percebe, estamos diante de viciados do sexo que se expõem no tablado dos prazeres, na qualidade de servos ridículos em revistas de sexo explícito ou em filmes eróticos, desandando-se em ídolos da pornografia e da lubricidade hipocondríaca. “O meretrício de crianças e adolescentes se avulta, em face da fadiga dos corrompidos que exigem carnes novas para os apetites selvagens que os consomem. É compreensível que aumentem as estatísticas das enfermidades dilaceradoras como o câncer, a tuberculose, as cardiovasculares, a AIDS, outras sexualmente transmissíveis, as infecções hospitalares, dentre diversas, acompanhadas pelos transtornos psicológicos (4).”
As buscas das imagens eróticas criam um tônus de frequência mental em que se sintonizam espíritos em estado de desequilíbrios sexuais. Os obsessores mantêm a imagem da lascívia na mente, repetindo-a ininterruptamente para estabelecer um circuito de luxúria e conduzir de volta o obsedado à pornografia. Infelizmente a maioria das pessoas desconhece a intervenção espiritual na vida física. Contudo, essas influências são constantes em nossas mentes em forma de pensamentos e consequentemente em ações. Grande parte dos vícios humanos é potencializada por influências obsessivas e até subjugações espirituais, motivando amplos transtornos para os viciados em fantasias pornográficas.
É uma perversão tão grave que tem destruído famílias e levado muitas pessoas a transtornos de complicada etiologia. A pornografia transforma os seres em objetos sexuais. Um levantamento na União Europeia (UE), por exemplo, concluiu que 25% das pessoas com idade entre 9 e 16 anos já tinham visto imagens de cunho sexual. “E em 2010, uma pesquisa na Grã-Bretanha revelou que quase um terço dos jovens com idade entre 16 e 18 anos havia visto fotos de natureza sexual em celulares, na escola, mais de uma vez por mês. A National Association of Head Teachers (Associação Nacional de Diretores de Escolas) da Grã-Bretanha está fazendo uma campanha sobre o impacto da pornografia com o objetivo de que crianças e adolescentes sejam educados de maneira apropriada à idade”. (5)
O tema proposto é gravíssimo. Muitos pais entram em pânico quando encontram pornografia no computador dos filhos. Sabem que pode ser um campo minado e muitos não sabem o que fazer ou o que dizer. Cremos que escolas, instituições religiosas e os pais devem trabalhar juntos, a fim de conscientizar as crianças, os jovens e os adolescentes sobre perigos que envolvem o aviltamento da sexualidade.
Toda prudência se faz necessária quanto à conduta que temos diante dos filhos, pois facilmente criamos nelas uma boa ou má impressão. Tudo, até o próprio tom com que lhes falamos, em certas circunstâncias, pode influenciá-los. Deve causar surpresa o fato de neles se desenvolverem vícios dos quais se ignora a fonte? Uma criança pode aprender a doçura com pais que se deixam dominar pelas paixões? Pode adquirir sentimentos nobres com pais vulgares? Pode adquirir as virtudes sociais com pais que não as têm? Sem falar dos vícios mais palpáveis, está aí uma série de observações minuciosas que contribuem essencialmente para a formação do moral dos nossos filhos.
Experimentamos na sociedade os reflexos das escolhas íntimas. Ou modificamos as opções infelizes de comportamento ou reencarnaremos sob débitos, em face da soma das perversidades cunhadas e mantidas pela invigilância. Não podemos nos acomodar, nem sequer nos omitir ante a onda de promiscuidades, pornografias e corrupção moral. “Pensamento é fermentação espiritual. Em primeiro lugar estabelece atitudes, em segundo gera hábitos e, depois, governa expressões e palavras, através das quais a individualidade influencia na vida e no mundo”. (6) Nada justifica ficarmos indiferentes e imóveis diante do acelerado aniquilamento dos valores cristãos. Se descuidarmos da vigília, é certo que resgataremos obrigatoriamente à indiferença e inércia diante desse cenário preocupante do envilecimento do sexo.
Felizmente existe um divino Código que há dois mil anos vigora na Terra; Código que pode transformar o planeta quando exercitado entre os homens. Trata-se do Evangelho de Jesus. Inspiremo-nos Nele.
Jorge Hessen
http://aluznamente.com.br
Referências:
(1) Refere-se ao período da pré-história que vai de cerca de 2,5 milhões a.C., quando os antepassados do homem começaram a produzir os primeiros artefatos em pedra lascada, até cerca de 10000 a.C.
(2) Disponível em http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2013/05/130513_pornografia_beneficios_mv.shtml?s acesso 25/06/13
(3) Disponível em http://tecnologia.terra.com.br/internet/pornografia-online-levara-homem-a-extincao-diz-professor,aafbfe32cdbda310VgnCLD200000bbcceb0aRCRD.html acesso em 21/06/13
(4) Mensagem psicografada pelo médium Divaldo Pereira Franco, na manhã de 19 de Maio de 2009, na residência de Josef Jackulak, em Viena Áustria. Em 24.05.2010. Disponível no site da Federação Espírita do Paraná disponível em http://www.feparana.com.br/cartao.php?msg=598&cat=3 acesso em 27/06/13
(5) Disponível em http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2012/11/121106_pornografia_educacao_sexual_mv.shtml?print=1
(6) Xavier, Francisco Cândido. Fonte Viva, ditado pelo espírito Emmanuel, Rio de Janeiro: Ed FEB, 2001.

Tags:

14 Comments to “O IMPACTO DA PORNOGRAFIA NA DEGRADAÇÃO DOS VALORES MORAIS”

  1. JOÃO BATISTA DE SOUZA diz:

    Gostei muito deste artigo.
    Que bom que existe alguém que olhe pelos bons costumes da sociedade. vc. é um deles, amigo
    Jorge!

  2. Jana Almeida diz:

    Muito bom o artigo, concordo sobre tudo que foi dito.

  3. Sergio Eglin diz:

    Um excelente trabalho caro druida, parabéns pela sensibilidade de trazer conhecimentos em áreas tão importantes de nossas vidas. É uma triste realidade o que acontece com a pornografia e principalmente a utilização de crianças e jovens. Parabéns pela excelente colocação.

  4. José Passini diz:

    Caro Jorge, Você abordou um assunto da mais alta importância no momento. É mesmo comparável, em danos, às drogas. Com a palavra, as famílias e as religiões, que se estão omitindo. A televisão brasileira tornou-se uma grande academia de alcoolismo e de sexualidade desvairada, que entra pelos lares a dentro graças à incpacidade, à irresponsabilidade e à falta de espiritualidade dos pais. Desgraçadamente, por enquanto, a “Pátria do Evangelho” está na fase de futebol, droga e sexo aviltado. Mas, não desanimemos, o Alto tem poderes para, no devido momento, dar um “basta!”.
    Parabéne e fraternal abraço.

    Passini

    • José Passini,
      Bom irmão.
      Que nosso Mestre Jesus permaneça inspirando-nos sempre a fim de favorecermos com as palavras para o momento do basta! espiritual.
      Muito grato pelo alento moral.
      Jorge Hessen

    • sergio diz:

      Caro amigo José. Esplêndido o seu comentário. Merece, inclusive, a meu ver, estar incluído no
      próprio artigo do amigo Jorge. Quando você coloca que nossas mídias, principalmente a televisão estão propagando o vício do alcoolismo e do sexo desvairado, lembro-me automaticamente de alguns canais de tv que são voltados EXCLUSIVAMENTE ao esporte (futebol, volei, basquete, tênis, natação, atletismo, etc.). Pois é, esses canais, que DEVERIAM obrigatoriamente associar a
      prática – muito saudável – do esporte, a outras práticas também saudáveis no que diz respeito aos cuidados com o nosso corpo físico, são os canais de tv que MAIS divulgam, através de seus patrocinadores, o uso de bebida alcoólica. E isso em qualquer horário, de manhã, de tarde ou à noite. Horários em que, obviamente nossas crianças e adolescentes estão assistindo a esses canais “esportivos”. Dá para acreditar em tamanha incoerência, em tamanho paradoxo?

  5. Arnaldo A. Rocha diz:

    Meu bom amigo e irmão Jorge Hessen,

    Esse artigo reflete a preocupação de todos àqueles que, cientes das fragilidades humanas na área da sexualidade, percebem quanto o culto à pornografia tem levado milhões de criaturas aos despenhadeiros do crime, da loucura e das obsessões em larga escala.
    Que Jesus continue lhe inspirando a produzir trabalhos de cunho tão profundos, necessários e esclarecedores, de quem, sem falso moralismo, tem a coragem e o bom-senso de expor a sua opinião, amparada pelo conhecimento que percorre uma trajetória desde à pré-história aos tempos hodiernos, como também, respaldada por pesquisas de cientistas do comportamento humano e pelas mensagens dos grandes mestres da espiritualidade maior.
    Forte abraço!

    Arnaldo A. Rocha

    • Arnaldo Rocha,
      Bondoso amigo
      Obrigado pelo estímulo.
      Saiba que as suas palavras potencializam-me o ânimo a fim de permanecer na rota eleita para difundir Espiritismo, ou seja escrevendo temas instigante para provocar debates inteligentes e sobretudo refletirmos o compromisso social e espiritual de cada um de nós.
      Um Grande e respeitoso abraço
      Jorge Hessen

  6. tEM RTAZÃO O COMENTARISTA A RESPEITO DA QUESTÃO TÃO EM MODA: A PORNOGRAFIA. DE FATO, OS VALORES MORAIS ESTÃO INVERTIDOS. VALE A PENA INVESTIR NA SENSUALIDADE EM DESALINHO, EM DETRIMENTO DA UNIÃO ESTÁVEL QUE O CASAMENTO REPRESENTA.ESTÃO COM UMA CERTA DOSE DE RAZÃO OS EVANGÉLICOS QUANDO LUTAM PELA DIGNIDADE NA FAMÍLIA.MUITO SE TEM DESPREZADO OS VALORES LEGÍTIMOS.,ORA ESQUECIDOS E JAMAIS BUSCADOS. AS MENSAGENS DETURPADAS VINDAS DA TV E DA MÍDIA ,SALVO RARAS EXCEÇÕES,SÃO A PORTA ABERTA PARA TODO ESTE DESEQUILíBRIO VIVIDO PELA SOCIEDADE ATUAL.E AÍ COMO NÓS,ESPÍRITAS, CONSCIENTES E RESPONSÁVEIS POR MU MUNDO MELHOR, FICAMOS DIANTE DESTE CAÓTICO QUADRO? REFUGIARMOS EM DEUS, ATENDENDO AOS APELOS DO CRISTO E VIVER A RACIONALIDADE DE KARDEC!

  7. Valdir diz:

    Caro Jorge.
    Adorei o artigo.
    Permita-me relatar-lhe uma viagem astral. Serei breve.
    Fui levado à um lugar pelo(s) guia(s) onde se via uma turba de(milhares) de almas encarnadas e desencarnadas. Essas “pessoas” estavam sob o jugo/hipnose de seres que as seduziam em frenético dançar pelo som das músicas. Eu presenciei tudo de um lugar que me pareceu um camarote. A entidade que me mostrava o acontecimento, disse-me tratar-se de irmãos que vibram dentro do tema que vc. abordou. Esses irmãos têm os seus pensamentos invadidos diuturnamente, tornaram-se os parceiros dos obsessores para a realização dos deturpados prazeres. Foi um quadro triste.
    Um abraço.

  8. rosemberg diz:

    AMIGO HESSEN:
    SUAS ÚLTIMAS PALAVRAS SÃO CONSOLADORAS. DE FATO, AS GERAÇÕES VÃO SE SUCEDENDO UMAS ÀS OUTRAS E ESTA PROMISCUIDADE GERAL PARECE BROTAR DOS
    RECÔNDITOS DA ALMA, DAS OPRESSÕES EXERCIDAS PELAS ‘AUTORIDADES’ DA IDADE MÉDIA QUE, NESTES NOVOS TEMPOS DE MAIOR LIBERDADE, RENASCEM COM IMPETUOSIDADE, MAS TENDERÃO A UM EQUILÍBRIO MAIS TARDE, NAS GRAÇAS EQUÂNIMES DO EVANGELHO DE JESUS QUE HAVERÁ DE SER MELHOR CONHECIDO E PRATICADO NO PLANO DO MUNDO REGENERADOR. ESPERO SEJA DE FATO ASSIM.
    fernandorpatrocinio.blogspot.com.br

  9. Dorival diz:

    Jorge, ontem, 03.07.2013, participei de uma reunião com Representantes de Conselhos Tutelares de vários municípios, os relatos são assustadores, com relação às drogas – uso e tráfico –, alcoolismo, violência e a prostituição infanto-juvenis, sendo que tudo vai acontecendo ao mesmo tempo, num crescendo espantoso. Naquele momento, entre os debates, ocorreu-me a lembrança, de uma orientação de confreira das lides espíritas de longa data, agora na espiritualidade, que nos dizia assim (em outras palavras): “é preciso incutir na criança desde muito pequena o Evangelho de Jesus, para construir na sua intimidade espiritual um anteparo moral, de forma que quando ela deparar com àquilo que lhe é posto ou oferecido que contraria a moral anteriormente estabelecida ela saberá que não lhe convém, porque lhe incomoda, em conta o parâmetro moral existente.” Agora leio trabalho tão bem elaborado sobre o assunto, que amplia a visão da gravidade e dos riscos que corre a nossa sociedade. Grato pelo trabalho.

  10. Joao Batista Bandeira Silva diz:

    Bem, após analise do tema, creio que valeu muito a pena dedicar-me a ler esse bem justo artigo que vem em tempos necessitados para nossa sociedade. Boa produção, continues investigando e publicando, são belos texto e auxiliadores sociais.

  11. Naelson diz:

    Prezado Hessen, muita paz!

    Trabalhando em vários hospitais espirituais, temos vistos vários casos bastante preocupantes de pacientes que se expoem a “ciberpornô” e que sintonizam com às mentes em “estado de desequilibrio sexuais”, como você colocou muito bem no texto abaixo, atraindo para si, durante os desdobramentos do sono noturno, não só processos obsessivos graves como também contaminações do plexo genésico, que é responsável por doenças sexuais transmissíveis de dificil diagnóstico médico material e de difícil meios de cura. As vezes, é o parceiro que, viciado na ciberpornô”. contamina a sua parceira, mesmo não tendo tido qualquer relação extraconjugal. E chegam ao hospital espiritual com quadro sintomático que a medicina material não consegue explicar a razão, isso porque a enfermidade ainda não está na matéria e sim no campo magnético tanto do “pareiro incauto” como da “parceira vítima”. Esse estágio de enfermidade é qualificado pelos Joanna de Ângelis e Manoel Philomeno de Miranda, em suas obras, de “ENFERMIDADES SIMULACROS”, que parece mais não é, porém com o tempo acaba sendo…

    Seja a viciação “porno cibernética” no homem ou na mulher, a cura espiritual não é tão simples como se imagina, porque, ao deixar o equipamento eletrônico altas horas da noite para ir dormir, o indivíduo está cheio de eletromagnético negativo eletrônico”, ficando tudo mais fácil para a sua retirada do corpo e sua condução às regiões inferiores. Dois elementos são fundamentais: afinidade fluídica e afinidade mental. Não falta mais nada… O resto os nossos irmãos desequilibrados do mundo sexual fazem sem qualquer constrangimento.

    Por isso, precisamos estudar melhor nossas interrelações com o mundo material, cibernético e espiritual na área da sexualidade.

    ——————————-

    “As buscas das imagens eróticas criam um tônus de frequência mental onde se sintonizam espíritos em estado de desequilíbrios sexuais.

    Os obsessores mantém a imagem da lascívia na mente repetindo ininterruptamente para estabelecer um circuito de luxúria e conduzir de volta o obsedado à pornografia.

    Infelizmente a maioria das pessoas desconhece a intervenção espiritual na vida física.

    Contudo essas influências são constantes em nossas mentes em forma de pensamentos e consequentemente em ações.

    Grande parte dos vícios humanos é potencializada por influências obsessivas e até subjugações espirituais ocasionando amplos transtornos para os viciados em fantasias pornográficas”.

    ————————————–

    Abraço fraterno, naelson coutinho da silva
    Pense nisso: “É insanidade fazer sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes” (Albert Einstein)

Deixe um comentário